3 de fev de 2015

Eu canto?!

Pra quem não sabe, tenho 19 anos. Nasci numa família que gosta muito de música. Meu pai que o diga. Ele aprendeu a tocar violão sozinho. Hoje em dia, chamo ele de faz tudo: "Chama o tio Hélio que ele se vira!". Além do violão, toca guitarra, baixo, bateria... e também canta.
Tenho um irmão mais velho, que também foi pra esse lado musical. Desde, acho que os 15 anos, tem banda. Mas com 8 ganhou o primeiro violão e a partir dali começou sua trajetória com a música.
Comigo a coisa foi mais diferente. Desde pequena eu cantava. Não era nada profissional sabe, nada a ponto de participar de um mini Ídolos, sei lá. Mas eu cantava.

Talvez eu tenha uns 5 anos nessa foto.
Mas com o passar dos anos, algo em mim começou a mudar. Fui ficando mais velha e com isso, mais tímida. É até difícil imaginar isso vindo de mim. Pra quem não me conhece, costumo ser uma pessoa muito extrovertida, falo pelos cotovelos se deixarem. Mas quando meu pai me pedia pra cantar pra família... Eu até cantava, bem baixinho (o que pra mim é algo estranho porque minha voz por si só já é ALTA), e com bastante vergonha. Não sei dizer o que aconteceu. Simplesmente fiquei assim.
Cantar sozinha é uma coisa, sabe? Ninguém te julga, ninguém tá realmente ouvindo se tá ruim ou não (pensando bem, desculpem vizinhos). Adoro cantar sozinha, mesmo. Mas quando tinha pessoas por perto (e dependendo da pessoa também), eu travava. Ou simplesmente não conseguia cantar da mesma maneira que canto quando estou sozinha. Ou seja, meu pai pedia pra eu cantar com ele, e nécas, nada, zero.

Já cheguei a postar no meu antigo blog um vídeo meu cantando na escola com algumas amigas. Eu tava no 2º ano do ensino médio, e foi MUITO divertido. Mas eu me sentia (e me sinto) mais confiante quando estava com alguém me acompanhando. (pra quem quiser ver, só clicar aqui)
É estranho uma coisa que você gosta tanto de fazer, se tornar uma coisa tão difícil perto dos outros.
E 2015 começou mudando (um pouquinho, aos poucos a gente vai melhorando hahahah) isso.

Acho que isso deveria virar um gif hahahah

Quem me acompanha no Facebook, deve ter visto que fui mencionada num vídeo, que gravei com meu namorado. Eu tô chocada até agora com isso. E na verdade foi até esse vídeo mesmo, e o ocorrido em si que me motivou a fazer esse post. O vídeo teve uma repercussão, que eu não esperava. NÃO MESMO! Sou uma pessoa bem boba, acreditem. O número de visualizações no Facebook talvez não signifique muita coisa, mas aquele número, minha zenti! Aquele número não era, DE FATO, um número que eu imaginaria ter kkk (não sei se adianta, mas o link do vídeo tá aqui)

E o mais engraçado, é que até já tava com uns planinhos (se eu tomasse coragem) pra gravar vídeo cantando. MAS NÃO SOZINHA. Com a minha querida miguxa Marjorie, que também posta aqui pra vocês.
Acabou que aconteceu de eu gravar, muito inesperadamente, com essa figurinha aí na imagem acima.
Não me arrependo não. Mas ainda tenho um pouco de aversão a minha voz :x

E já que já tínhamos planos, por que não gravar mais um vídeo?
Então sim, finalmente, Marjorie e eu gravamos.
E eu trouxe aqui, pra vocês darem uma olhada! Não sou nada profissional, tenho muito, muitíssimo que aprender ainda, mas.. fica com uma brincadeira bem gostosinha de fazer ^^


As caras e bocas preciso treinar mais :P

E é isso. Talvez tenha mais vídeos. Mas isso depende da repercussão que toda essa história continuar tendo hahahahaua
Obrigada por todos os elogios que ouvi até agora.
E ps. Pai, prometo que vou cantar com você, desse jeito aí, algum dia. Em breve, eu espero. <3

Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário